domingo, 26 de outubro de 2014

Sauerkraut, aka chucrute


Já me perguntaram porque não partilho mais vezes as fotos das minhas marmitas on the spot. Além de ter agora alguns dias em que trabalho a partir de casa, Outubro é um mês de aniversários na família (quatro!), e quando levo marmitas nem sempre tenho à vontade para tirar fotos em frente aos colegas/transeuntes, por muito que a cultura Instagram se tenha instalado, e bastantes são "cromos repetidos". Noutros dias ainda, quando quero partilhar com os leitores as minhas singelas marmitinhas, só para mostrar alguns pormenores ou dar pequenas ideias, quando abro a caixinha na hora de almoço o que se vê é:


Em casa, na noite anterior, era um mosaico de sobras que prometia bastante: cuscus com milho, salsichas de soja Izidoro (acho), uma forma de silicone de queques com grão e outra com chucrute. Tão remediadinho e tão bonitinho, achava eu. Tombou tudo na viagem para o trabalho e acabamos com isto que vêem acima, senhor. O sabor: continuava lá. E a receita entra directamente para a lista das 'receitas frias', porque foi comido à secretária sem ir ao micro-ondas aquecer e que bem soube. Parte do sabor vinha da chucrute, que felizmente fotografara na véspera e que foi inspirada num prato que comi na Alemanha, a famosa Sauerkraut, que tinha imensos cominhos e me soube maravilhosamente depois de dias e dias marcados por pratos com fritos! Já em tempos fiz pickles de couve, mas experimentei fazer directamente na frigideira e encontrei mais uma solução para aquecer tudo junto com o prato principal - ou para deixar tudo frio, como acabou por acontecer. Um todo-o-terreno para a marmita, portanto.

A receita»»»





Sauerkraut ou chucrute
couve branca ripada finamente
vinagre (usei de vinho branco)
sal
açúcar
1 colher chá cominhos
azeite

Numa frigideira, deitar um fio de azeite. Quando estiver quente, deitar a couve e temperar com um pouco de sal, deixar saltear até começar a ficar translúcida.
Regar com vinagre (a gosto), um pouco de açúcar e os cominhos. Mexer tudo e deixar cozinhar durante mais uns minutos.

A Marmita Lisboeta está no Facebook / no Instagram (@ marmitalisboeta )  / no Zomato

3 comentários:

Ana Teles disse...

Concordo: devias colocar mais receitas! ;)

Esta é uma daquelas que irei guardar para fazer um dia mais tarde.

______________________
Ana Teles | blog: Telita na Cozinha



feedly - bloglovin' - Facebook






Bijuteria disse...

Tenho acompanhado os seus posts e este é outro que realmente está de parabens, obrigada pela dica, mesmo desarranjado sempre saboroso..

Marmita Lisboeta disse...

Obrigada pelo apoio, meninas! :)))) Tocou mesmo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...