terça-feira, 31 de julho de 2012

Livros à mesa... de cabeceira

Como alguns dos marmiteiros estão a partir para férias, para o merecido descanso, ficam as sugestões de leituras...

Porque o blogue marcou esta primeira metade do meu ano, graças a todas as vossas visitas (OBRIGADA!!!!), pensei em ler o livro que deu origem a um filme que já vos recomendei aqui (até porque, neste tipo de coisas, o livro ganha quase sempre).

Depois, penso meter-me noutros tipos de literatura, mas para quem quiser continuar nos sabores...


Joanne Harris, vários
Comer, Orar, Amar, Elizabeth Gilbert

E ainda:
A ira das beringelas - Bulbul Sharma: 12 curtas histórias envolvendo mulheres indianas e a comida tradicional do país. Ao final de cada história, uma receita: byriani verde (receita de arroz), pakora de espinafre (tipo de empanado), pickles de manga, caril de borrego e couve-flor com cinco especiarias

Café Babilónia - Marsha Mehran: a história passa-se numa aldeia irlandesa onde irmãs iranianas que fugiram da revolução no seu país abrem um café. As receitas aromáticas espantam uns e encantam outros, modificando a rotina local. As receitas: sopas de romã e de lentilhas cor de rosa, refresco de iogurte, pão lavash e o mágico fesenjan (cozido de carne, romã e nozes).

Aquele Verão na Sicília e Mil dias em Veneza Marlena de Blasi: narra a sua experiência amorosa e gastronómica na Itália quase como um romance – abusando de descrições de almoços, jantares e delícias que prova pelo país.


Como disse, podem encontrar livros nas bibliotecas municipais um pouco por todo o país (requisitando no vosso local de residência) e há feiras do livro e promoções por aí! Boas leituras!

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Falafel

Muitos de vocês já foram de férias: good for you! Lisboa fica meio deserta em Agosto com os que já foram ou ainda têm que esperar pelas férias. A Marmita Lisboeta ainda está por cá...

Por isso, vou viajando por destinos diferentes, revisitando lugares onde já estive e imaginando aqueles aonde quero ir, através de algumas receitas. Já comecei pelo sushi, na semana passada, e desta vez aventurei-me a experimentar falafel, um prato árabe que consiste em bolinhos de grão. É um tipo de comida que como em viagem e por vezes também em Lisboa, mas nunca tinha feito em casa.
Grão-de-bico, o ingrediente base, ervas e especiarias (aqui, da Suldouro, que ganhou o selo do Sabor do Ano 2012)
Juntei o pão pita, um pão sírio-libanês que já se encontra nos supermercados, quer fresco, quer em embalagens. E usei a receita do livro Natural, do Chakall, que requisitei numa das Bibliotecas municipais de Lisboa, onde podem encontrar uma variedade de livros de culinária, como em muitas outras bibliotecas municipais pelo país fora. A quantidade desta receita sobra para levar no dia seguinte para o almoço.

A cerveja Erdinger foi sugestão masculina, para dividir por dois ;)

Falafel (receita para 20 doses), by Chakall
Natural by Chakall - www.wook.pt
  • De véspera, coloque 200 g de grão seco de molho. 
  • No dia seguinte, escorra muito bem o grão e disponha-o num processador. Junte 3 colheres de salsa fresca, 2 colheres de sopa de coentros frescos e 1 colher de sopa de hortelã fresca, 1 colher de chá de cominhos moídos, 1 cebola pequena picada e 1 dente de alho. Triture até formar uma pasta cremosa.
  • Retire e misture 1 colher de chá de fermento, 1 colher de chá de pimentão-doce (colorau), 3 colheres de sopa de azeite e 1 colher de chá de tahini (pasta de sésamo) e tempere com 1 colher de chá de sal. Cubra e reserve por uma hora.
  • Numa frigideira, deite o óleo e leve a lume médio. Com a ajuda de uma colher de chá, molde a massa em pequenas bolinhas e frite-as até dourarem. Retire e deixe-as escorrer sobre papel absorvente.
  • Servir com salada de folhas verdes e molho de iogurte.


Molho de iogurte:
Misture 240g de iogurte natural com 2 colheres de sopa de salsa e 2 colheres de sopa de funcho picado e o sumo de 1 limão. Reserve no frigorífico.

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Sushi (&) me

O blogue está a mudar-me. Nunca pensei que fosse possível que um dia, quiçá, a minha geleira levasse sushi para o almoçoAcho que as vezes que tinha experimentado não o tinha feito nos sítios certos, porque não era grande apreciadora.

Mas fui-me convertendo e, como devemos experimentar de tudo (e ao som desta música), fiz um workshop no restaurante Bonsai, do Fontana Park Hotel (Saldanha/Picoas), com a chef Paula Garção auxiliada pelo sushi man da casa, e... vi a luz!

Chef Paula Garção e sushi man do Bonsai
O segredo, como diz a Sónia, é ter os utensílios certos, principalmente uma faca, fazer worskhops para aprender e treinar.

Neste workshop, gostei mais do sabor (e do efeito visual) da manga, e das sementes de sésamo, que sempre adorei. Fizemos hossomakis de bacalhau fresco e pepino; urumakis de bacalhau fresco, e de manga; e neguiri de bacalhau fresco e ostras. Não ficou perfeito em termos de apresentação, mas bem melhor do que as minhas expectativas. E super saboroso!

Ready
(Roll)
Set
GO

A minha invenção de sushi com ingredientes portugueses, decorada para disfarçar o facto de ter sido mal enrolado... Foi usado chouriço Incarpo, que ganhou este ano o selo Sabor do Ano na categoria Mercearia/Enchidos

A companhia foi óptima: a Melhor Amiga da Barbie, a Pegada Feminina e o Homem Sem Blogue na minha mesa, e a The Beauty and the Best, Cinco Quartos de Laranja, Mini-Saia e Breakfast@Tiffany's na outra. Só me arrependi de não ter levado uma caixinha para trazer para casa... Ainda que consciente que o sushi não se deve guardar por mais do que uma noite.

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Di(c)a dos avós

Hoje assinala-se o dia dos avós! E quantas vezes as avós não prepararam um lanche para os netos? Está na hora de retribuir!

Como os avós normalmente fazem as refeições em casa, a sugestão vai para cantis de água, visto que é essencial que, nos seus passeios, se mantenham hidratados, especialmente nestes meses quentes.

Camping Gaz na Decathlon
Sigg, disponível em vários locais, incluindo quiosques SmartLunch
Para mim, que não vou poder estar com a minha avó hoje, o almoço vai ser com ovinhos que a avó manda da aldeia!

quarta-feira, 25 de julho de 2012

À mesa

Almoçar no trabalho pode também servir para rentabilizar o tempo para outras coisas: há quem faça exercício, dê um passeio a pé depois de almoço, faça algumas compras ou conviva com os amigos que trabalham por perto... A pausa a meio do dia de trabalho é restauradora e refresca "corpo e mente".

Quando passei temporadas no Reino Unido e na Dinamarca, via alguns dos funcionários e professores nas universidades a comer na secretária, para despachar trabalho e sair dentro do horário... Nos EUA, a tendência espalhou-se com a pressão da crise em 2008

Um estudo inglês vem agora revelar que 60% dos trabalhadores do país levam almoço para o trabalho e comem praticamente na secretária, dando assim 16 dias de trabalho gratuito por ano aos patrões!

Chicago Tribune
Continuemos mediterrânicos! Almoço na secretária não: ou numa mesa ou num jardim, porque o nosso sol nem a troika nos tira! Só me ocorre esta música...

E vocês, como aproveitam o tempo na hora de almoço?

terça-feira, 24 de julho de 2012

Saldos@Ikea

Como vos disse na semana passada, o Ikea está em saldos! E se há sempre oportunidades para comprar coisas úteis e giras para a casa, incluindo para a cozinha, durante o ano, agora ainda mais!

Se têm amigos que ainda não aderiram à marmita porque o local de trabalho não tem mesa... 
Mesa LAVER, €14,99 (antes €39,99) no Ikea Loures até 12/8
E ainda outras sugestões:
Capa térmica para garrafa SOMMARVIND, motivos vários, €1,49 (antes €5,99) no Ikea Alfragide até 12/8
Individual OMTYCKT, €0,49 (antes €1,25) no Ikea Matosinhos até 12/8

Bons saldos!

domingo, 22 de julho de 2012

Wishlist

Kipling na minha wishlist... 
Kipling Lunch bag, que pode ser integrada na mochila:


Lunchbag and backpack, útil por exemplo para as viagens de Verão ou para a escola

E para as crianças: Lunch box Monkey face (em 3 cores)  



Podem ver os pontos de venda aqui.






quinta-feira, 19 de julho de 2012

Para a gaveta do escritório


Os Din-Ink são um conjunto de faca, garfo e colher em forma de tampa de BIC, úteis para um almoço no escritório (para os que ainda estão a trabalhar) ou num jardim, ou para um piquenique (para os que já foram de férias!). 

Design italiano, com preocupação ambiental: são feitos de materiais reciclados, 100% biodegradáveis em 180 dias, não são tóxicos e podem ser deitados fora no saco que as acompanha, ou reutilizados por mais algumas vezes.

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Smooooth


As vantagens de estar a trabalhar em casa nestes dias de calor não são só evitar o BAFO. São também poder preparar lanches frescos.

Estes smoothies e batidos levaram banana+morango (1º), banana+ameixa (2º), 1/2 banana+morango (3º) e gelo. O 1º e o 2º levaram água, o 3º foi feito com um pouco de leite. No 2º juntei ainda uma colher de sementes de linhaça moídas. Usei banana como base porque, com o calor, estavam a amadurecer muito depressa, mas pode ser maçã, laranja, melancia, ao gosto de cada um! Usei a liquidificadora, mas quem tem Bimby ainda tem mais opções.

Para levar para fora de casa, há copos com tampa da Tupperware, por exemplo, mas as vitaminas perdem-se com o tempo. Uma ideia para retemperar forças na chegada a casa?

terça-feira, 17 de julho de 2012

À terça

Nestas coisas da culinária, há os livros, há os sites, há os vídeos, há a televisão. Mas não seria bom ouvir as instruções enquanto se olha para os ingredientes e os tachos?

Normalmente cozinho a ouvir rádio, sobretudo a Radar (97.8 em Lisboa, mas acessível para todos online). O programa Terça Feira Gorda, da autoria de Inês Meneses com Fernando Fernandes, ensina uma receita entrecortada por boa música. Como o nome indica, passa ao terceiro dia da semana, às 20h - e repete ao domingo, às 21h. Podem descarregar os podcasts para os mp3, iPhones, etc.



Ingredientes: 
500g de batatas farinhentas
1 gema de ovo
3 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
3 colheres de sopa de ervas frescas 

(tomilho, salsa, manjericão, cebolinho, etc )
125g de farinha de trigo
2 dentes de alho
1 cebola
4 fatias de bacon
150g de tomates secos
425g de tomate pelado enlatado ou fresco
1 colher de chá de açúcar
2 colheres de chá de vinagre aromático
1 colher de sopa de manjericão fresco rasgado
raspas de parmesão

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Melancia


Primeira tentativa com os moldes em forma de estrela, depois de ver a ideia aqui. Funciona melhor na parte sem sementes da melancia, mais rija. Uma ideia para agradar aos mais novos ou para alegrar a mesa!

Ou em forma de "gelado" aqui.

Moldes em forma de estrela, flores e círculos podem ser encontrados aqui e em lojas de artigos de cozinha. O Ikea tem conjuntos de moldes e na época do Natal costuma ter com renas. (Ah, e os saldos do Ikea começaram ontem! Há uma geleira familiar por €5!)

domingo, 15 de julho de 2012

Café a gosto

Além de levar almoço para o trabalho, outra forma de poupar dinheiro no trabalho é, pelo menos para os que bebem café, ter uma máquina de café no escritório/local de trabalho.

O Clube Fashion, um site de venda online com descontos, tem até esta 3ª feira, dia 17, uma campanha das máquinas Dolce Gusto.



Num escritório, as cápsulas são mais convenientes do que o café avulso. Esta máquina tem a vantagem de ter uma distribuição de cápsulas melhor do que a Nespresso, já que se vendem em qualquer hipermercado. Além disso, tem uma variedade de bebidas possíveis, incluindo frescas, para o tempo quente que está lá fora!

Porque não sugerir aos colegas que se juntem para comprar uma destas, ou explicar ao chefe que a empresa ganhava tempo se os colaboradores beberem um bom café no local de trabalho e pedir-lhe para investir?

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Piquenique (você)

Porque o tempo começa a aquecer, almoçar ao ar livre torna-se uma opção cada vez mais viável! E se durante a semana nem todos têm condições para o fazer (nos meus percursos profissionais, costumava usar o jardim em Belém e o Parque das Nações quando o tempo permitia), ao fim-de-semana pode-se juntar família e amigos em piqueniques!

Imagem Google

Da geleira individual, passa-se à familiar ou à cesta; da toalha individual, passa-se à manta no chão ou toalha para usar em parques. Não esquecer pratos, copos, etc...

A cesta feita pela minha mãe já espera por nós!

  

Encontrem aqui um mapa de parques de merendas em todo o País e outros locais. Em Lisboa, uma lista de parques pode ser consultada aqui.

Para quem não quiser perder tempo a preparar um piquenique, ou quiser algo mais especial (como por exemplo um pedido de casamento...!), podem contactar a Ant's Basket, uma empresa de jovens inovadores, que pensa em todo o cenário para um piquenique ideal!

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Couscous com ratatouille

Lembram-se de vos falar da minha "má experiência" em cozinhar couscous? A salvação veio  num curso de cozinha da Vaqueiro. Balanço super-positivo: cozinhas cor-de-laranja (a minha é colorida só nos acessórios), conhecer bloggers* e cozinhar com a Isabel do Cinco Quartos de Laranja (lá está a laranja!). E ainda uma nova geleira para as saídas de Verão!

*Homem sem Blogue, Quiosque do KenMini-Saia, A Melhor Amiga da Barbie, Marcas por Amor,  Breakfast@Tiffany's, The Beauty & The Best e Gravata sem Regras.
Academia Vaqueiro em Lisboa (também há no Porto)

O chef Pedro Marques, a mostrar a receita de couscous e a fazer parecer fácil como só os chefs sabem
O resultado das seis receitas feitas pelos pares de bloggers, ou seja, o jantar
E a bela da receita:


Couscous com ratatouille
Ingredientes:
couscous
sal e pimenta
1 courgette
1 beringela
2 tomates
cogumelos
cebola
alho
coentros
Vaqueiro líquida
Vaqueiro Ideal para Aves (tem tomilho, alho e limão)
1 caldo Knorr legumes

Num tacho, estufar os legumes cortados em pedaços com Vaqueiro Ideal para Aves. Deixar cozinhar.
Espalhar o couscous num tabuleiro largo. Temperar com sal (pouco porque o caldo tem) e pimenta.
Regar com um pouco de Vaqueiro Líquida e envolver.
Dissolver o caldo Knorr em água quente e regar o couscous, só até cobrir (a água que sobrar pode-se deitar nos legumes). Tapar o tabuleiro de couscous com película aderente e deixar descansar cerca de cinco minutos.
Separar os grãos do couscous (com garfo ou com as mãos).



Já está na minha lista!

terça-feira, 10 de julho de 2012

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Artesanato

Estive ontem na Feira Internacional de Artesanato e, não sei se pela confusão de gente que havia, não vi lancheiras artesanais... Caso não acreditem na sorte de ganhar a lancheira do Atelier Ao Meu Gosto, podem fazer vocês mesmos (mesmas?) a lancheira num workshop da By Mariquita:

Facebook By Mariquita
Alguém sabe de iniciativas semelhantes noutros pontos do País?

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Festival

A marmita também foi ao festival! 




Um elemento precioso para as muitas horas de música! As opções foram sanduíches e fruta.

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Lunchbags artesanais

O Atelier Ao Meu Gosto tem umas lunch bags artesanais muito giras, com uns tecidos adoráveis, que dão para levar almoço (mais pequenas) ou, como indica o cenário das fotos, fazer piqueniques em família (maiores). 

E até ao fim do mês de Julho está a sortear uma dessas lancheiras (concorram aqui)!


terça-feira, 3 de julho de 2012

Monstro... da fruta?


"O Monstro das Bolachas, personagem da série infantil “Rua Sésamo”, vai passar a comer fruta e vegetais em Espanha. O monstro azul que adorava comer bolachas vai mudar os seus hábitos alimentares na edição espanhola da “Rua Sésamo” ao abrigo do plano de combate à obesidade infantil." (via I online)
Que exagero! O Monstro das Bolachas, de chocolate ou light, ou de fruta, continua a ser um símbolo das nossas infâncias! Revejam aqui sugestões de lancheiras/caixas/etc com o Monstro mais doce da história!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...