segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

[DIY] Creme de cogumelos Portobello

Quando estive no ano passado uma semana em trabalho em Antuérpia, na Bélgica, fiquei num estúdio para poder cozinhar (e fugir à solidão dos hotéis). À chegada, fiz compras num Carrefour de proximidade, de onde veio uma solução para quem não tinha quase acessórios para cozinhar: creme de cogumelos instantâneo. Nas noites frias de Dezembro, o creme de cogumelos salvou-me (como a internet enganou a solidão): era só adicionar água quente e ali tinha um creme reconfortante e saboroso. Quando o tempo começou a refrescar, lembrei-me desse creme e quis fazê-lo eu mesma [daí o DIY para algo que era instantâneo], mas desta vez onde tudo sabe melhor: em casa.


Creme de cogumelos Portobello
300gr cogumelos Portobello (ou 2 unidades)
1 cebola grande
1 dente de alho
1/2 caldo de legumes Knorr
2 colheres de farinha Maizena (amido de milho)
1 chávena de leite
1/2 pacote natas light
azeite
sal e pimenta
sumo de limão
cebolinho (opcional)

Num tacho, colocar azeite e a cebola picada e alho, deixar refogar. 
Separar os troncos dos "chapéus" dos cogumelos. Picar 1/2 chapéu do cogumelo e reservar, regando com limão. 
Deitar os restantes cogumelos picados no refogado, adicionar o caldo de legumes com água e deixar ferver durante 5 minutos. Colocar a metade do cogumelo num cesto de legumes e deixar cozinhar a vapor, ou saltear numa frigideira se preferir.
Retirar o cesto de legumes e passar o creme com varinha mágica. Voltar a levar ao lume e adicionar natas, e farinha Maizena dissolvida em leite antes de adicionar. Rectificar a consistência e temperos. Servir com cebolinho seco ou fresco.

A Marmita Lisboeta está no Facebook / no Instagram (@ marmitalisboeta )  / no Zomato

Boa semana



domingo, 19 de Outubro de 2014

Giveaway Rolha decorativa Fernando Pessoa

O vinho sempre inspirou muitas palavras, risos, delírios. A bebida de Baco, é sabido, esteve também sempre ligada aos artistas por isso mesmo. Ou porque os males da alma precisam de um canal para passar para a posteridade com uma forma reconhecível pelos outros. A Cool&Classics, marca nacional baseada na Madeira, reflectiu isso mesmo com umas rolhas decorativas artesanais, em cerâmica pintada à mão, com figuras das artes e da cultura e história portuguesa, como Camões ou o Infante D. Henrique, Zé Povinho ou Fernando Pessoa. As rolhas pretendem complementar os belos vinhos portugueses, com algo que persista para além da memória da bebida... Não é um produto só para turistas, mas para todos os apaixonados por Portugal, e um presente original para quem quer deixar com alguém de quem gosta algo que perdure.

Em Lisboa, as rolhas decorativas podem ser encontradas nas lojas dos Museus dos Coches e dos Jerónimos, Lojas Fernando Pessoa e Turismo de Lisboa, Lisboa Story Center e Garrafeira Internacional; na Madeira, na Wine Store e na Loja Pereira d’Oliveira; e ainda nas lojas do Mosteiros da Batalha e Alcobaça. Podem ser vistas no Facebook da marca e encomendadas pelo email lpg.cool.classic@gmail.com

A Cool&Classics e A Marmita Lisboeta vão oferecer uma rolha decorativa pintada com a figura de Fernando Pessoa, ele que afogava a sua mágoa de viver em palavras e bebidas.

sábado, 18 de Outubro de 2014

Resultado passatempo Moulinex Duo Cups

Do passatempo para a Moulinex Duo Cups, ficamos a saber que há quem tenha começado a beber café:
- com a família antes de ter idade para tal!
- para estar com os amigos ou para impressionar o sexo oposto!
- para fazer frente aos períodos de estudo ou mesmo de aulas madrugadoras!

Foi dos passatempos e das coisas que nos deu mais gozo fazer aqui no blogue, obrigada a todos os que participaram!! A lista de inscritos no passatempo está aqui. E o grande vencedor do sorteio é...:


Parabéns à Ana Santos, que deverá agora enviar-nos um email para marmitalisboeta@gmail.com para combinar a entrega. Para os que não tiveram sorte desta vez, fiquem por aí: novo passatempo à vista!

sexta-feira, 17 de Outubro de 2014

Philips Kitchen Machine

Kitchen Machine, ou: a Philips entra a sério no jogo da cozinha!



Um café pela manhã

Termina hoje o passatempo da Moulinex Duo Cups. Este tem sido um dos passatempos mais engraçados do blog, com as recordações de todos vós sobre os momentos em que começaram a beber esta bebida mágica. Por aqui, o dia não começa sem um café e hoje chamamos a atenção para um pequeno pormenor que pode acompanhar este hábito: adicionar canela, em pau ou pó, que actua como adoçante, substituindo o açúcar, além de que esta especiaria tem propriedades activas para reduzir o colesterol. Para quem adora o sabor do café e da canela, são só vantagens!


Quanto à poesia na caneca (colecção Florbela Espanca de há uns anos no Pingo Doce), só posso dizer que é um sinal para o passatempo que se aproxima!

E o mote "Marmite, marmite, marmite", via prateleira do Jumbo:

Mas, primeiro, o fim-de-semana! Bom fim-de-semana!

quarta-feira, 15 de Outubro de 2014

Rota de Tapas em Lisboa e Porto


Aí está mais uma edição, a de Outono, da Rota de Tapas com a Estrella Damm, em Lisboa e no Porto. Em Lisboa, arranca amanhã, 16 de Outubro e decorre até 2 de Novembro, em restaurantes aderentes do Bairro Alto, Príncipe Real, Cais do Sodré, Rossio e Alfama. 

Os sabores, esses, passam pela perdiz, marmelos, castanhas, abóbora ou cogumelos, em tapas que combinam também mel, azeitonas, enchidos, queijos, amêndoas, noz, passas, trutas ou batata doce. Cada tapa e copo de Estrela Damm 0,25l tem o preço fixo de €3. Depois de carimbarem o passaporte com duas paragens de Tapas, podem procurar os TukTuks da Estrella Damm que levam até 6 pessoas para vos ajudar a chegar a outro ponto da Rota! Os tuk tuks vão circular pelas ruas do Príncipe Real, Cais do Sodré e Alfama, todos os dias entre as 19h e as 23h. Mais info aqui

Para quem quer ver as suas receitas de Outono reconhecidas, espreitem o passatempo do 24 Kitchen Rota de Tapas.
 
 

terça-feira, 14 de Outubro de 2014

Bolonhesa de atum

A comida italiana é uma aposta segura, familiar, fórmulas fáceis e certeiras. A bolonhesa de soja já tinha estado por aqui, mas desta vez aventuramo-nos por uma receita que também testa se 'há vida para além da massa com atum', como diz a Ovelha Negra. E digo-vos: há, é bonita e fácil, saborosa e prática. A grande vantagem (face a fazer com carne ou soja)? Faz-se com ingredientes que estejam na despensa, secos, sem precisar de descongelar nem hidratar. Experimentámos com o tempero Knorr Bolonhesa, que tem os temperos, cebola e o tomate, e o que precisamos é literalmente massa, atum e o molho. Para versões minimalistas ou quasi-campismo, basta mesmo apenas um tacho, depois de colocar a massa a repousar.


 

O tempero Knorr dá um sabor apurado, a que só ficam a faltar umas notas mais frescas: acrescentei manjericão fresco e pimento verde biológico às tirinhas. Para a marmita, sugiro prepararem o linguine ou esparguete partido, ou outra massa de tipo pequena, e ainda separarem massa e o atum (pode ser com o atum numa tirinha de papel de alumínio, como aqui).


Bolonhesa de atum
(para 3 doses)
2 latas de atum (usei 1 ao natural e 1 em azeite)
1 Knorr 1, 2, 3 Bolonhesa (usei meia embalagem)
Manjericão fresco a gosto
Pimento verde a gosto

Deitar atum numa frigideira com um pouco de azeite. Quando estiver quente, juntar um pouco de água e depois o Knorr bolonhesa. Mexer e deixar cozinhar até estar seco, em cerca de 4 minutos.

Sugestão: Acompanhar com linguine de pesto. Preparar segundo as instruções.

domingo, 12 de Outubro de 2014

#Days e bolo simples

Há algum tempo que não fazia um resumo da semana... Marcada por aniversários, de que Outubro é pródigo na minha família, com as marmitas que têm que se remediar por conta disso (com um cordon bleu do café) mas com sítios novos como cenário. O meu instagram não é feito de selfies no espelho do elevador: o telemóvel aponta para baixo, para o saco com Bordado de Castelo Branco que adoro, com as frutas, pão e leite para o fim-de-semana. O fim-de-semana ficou também marcado pelo Festival de Marmelada Branca de Odivelas, onde encontrámos este belo pastel de nata com marmelada.


Bolo simples, adaptado de "O bolo das quartas-feiras", das Fábricas Lusitana
125gr de margarina à temperatura ambiente
280 gr açúcar amarelo 
400gr farinha com fermento (usei Nacional para bolos altos e fofos)
4 ovos
2 dl de leite

Bate-se a margarina com o açúcar e adicionam-se as gemas até obter uma mistura esbranquiçada. Acrescenta-se o leite, a farinha e finalmente as claras bem batidas em castelo.
Leva-se a cozer em forno médico cerca de 45 minutos, numa forma sem chaminé untada de manteiga e polvilhada com farinha. Depois de cozido, desenforma-se e deixa-se arrefecer sobre uma rede.

Este bolo foi decorado apenas com fruta.

sábado, 11 de Outubro de 2014

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...