terça-feira, 23 de agosto de 2016

[Novidade no mercado] Bacalhau fresco

Antes das férias estivemos a conhecer uma novidade da Iglo, no restaurante Lisboeta da Pousada de Lisboa, em plena Praça do Comércio. Praça cheia, cheia de turistas. Lisboa está na moda, Portugal está na moda, e um dos produtos mais associados à gastronomia portuguesa é sem dúvida o bacalhau. Com a cura salgada que o distingue. Pois bem, em Portugal pouco se consumia bacalhau fresco, mas cada vez mais vai surgindo essa opção em restaurantes. Agora a Iglo tem um produto de supermercado para que também em casa se tenha essa opção. O bacalhau é congelado e vendido em tranches de 430g, sem pele, o que significa que é todo aproveitável. A apresentação esteve a cargo do chef Tiago Bonito, que assume a chefia no Lisboeta, e que preparou o bacalhau com gnocchi e legumes da época.



Em promoção no Continente a partir de amanhã, 24/8 (-25%).



segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Esparguete de caril com tofu com leite de côco

Há tempos a Ayam desafiou-me a experimentar o seu leite de côco. Agora que o côco está tão na moda - é a bebida de côco (vulgo leite vegetal), o óleo de côco, raspas de côco, etc etc., esta é mais uma opção para substituir natas tradicionais na culinária. O que me surpreendeu - pela positiva - foi o gosto a côco que se sente mesmo no prato finalizado. As fotos são fracas, mas o tempo não abundou este ano e, pelo sabor, achei que valia a pena partilhar, mesmo que muito mais tarde. Vem a tempo de uma meatless Monday e talvez do regresso de muitos ao trabalho e às marmitas, pelo menos a mais refeições em casa.




Esparguete de caril com tofu com leite de côco
Esparguete de caril Milaneza
Tofu (preparei 500g) em cubos
Leite de côco - usei Ayam, 200ml
1 colher de chá de gengibre em pó
1 colher de sobremesa de coentros em pó
1 cebola pequena picada grosseiramente - uso a Phillips Onion Chef
1/2 pimento vermelho
Coentros em folhas q.b. - usei em folhas secas
sal q.b. - costumo usar fino para tofu
pimenta preta q.b. 
óleo de sésamo - uso do Aldi - ou azeite

Cozer o esparguete de caril.
Num wok ou frigideira, deitar o óleo de sésamo e a cebola. Depois, deitar o pimento e envolver.
Deitar o tofu, temperar com sal e pimenta, coentros em pó e gengibre, deixar cozinhar durante alguns minutos, até ganhar alguma cor.
Deitar depois o leite de côco e envolver, baixar o lume e deixar cozinhar durante cerca de 10 minutos. 
Deitar coentros em folha e servir.
 

sábado, 20 de agosto de 2016

[Passatempos por aí]


Oferta de 200 telescópios “A Idade do Gelo – O Big Bang” para os 200 participantes que enviarem mais códigos de embalagens de cereais Chocapic de 375g e Estrelitas de 300g - até dia 31 de agosto aqui 
Oferta de 300 aventais de cozinha e 700 panos de cozinha na compra de pelo menos €5 em produtos Compal da Horta - até 31 de Agosto  aqui

Concurso Férias Bocadelia - 3 cartões presente de €500 cada para as melhores frases criativas entre compradores de pelo menos 1 produto da marca até 20 de Setembro aqui

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

A cena cervejeira em Lisboa

Quem nos acompanha pelo Instagram (@marmitalisboeta, btw) ou pelo Zomato (surpresa!: Marmita Lisboeta), já terá visto alguns copos de cerveja sobre a mesa. O senhor da casa é aficionado e eu tento acompanhar. Se no início a produção de cerveja artesanal até era mais do Norte e de fora de Lisboa, desde há cerca de dois anos que as coisas se compuseram na capital. Para apreciadores e conhecedores, mas também para quem queira variar. São espaços que normalmente têm um atendimento aberto, onde os empregados aconselham o que provar e o que conhecer conforme os gostos das pessoas. Ou apenas espaços agradáveis para viver a cidade.

Cerveteca
A pioneira. Fica na Praça das Flores e tem uma selecção cuidada de cervejas nacionais e internacionais, com uma oferta variada. A selecção nas torneiras vai sendo actualizada no Instagram do pub, por exemplo. Mas pode-se escolher da oferta em garrafa, aliás também têm cervejas para vender para fora. As opções de snacks não são o principal mas há algumas coisas, como sandes de salmão fumado ou tábua de queijos.




LisBeer 
Um espaço amplo e decorado de forma retro, perto de Alfama - na Rua do Arco Escuro. Tem uma grande variedade de cervejas, não só artesanais, muitas delas estrangeiras.





Dois Corvos. Abriram há cerca de um ano, e recentemente reforçaram a oferta de petiscos/comes, porque para experimentar as muitas cervejas que têm não se pode estar de estômago tão vazio. E como a zona de Marvila não tem muitas opções para tratar desse capítulo, agora têm opções que dão para refeições ligeiras. E aqueles pratos de queijos das Ilhas? Ai.
Pode-se comprar as garrafas e pagar só o refill com as diferentes cervejas produzidas na Cervejaria.



Outros que ainda não conheço mas estão na lista: Duque Brewpub
Chimera Brewpub


domingo, 14 de agosto de 2016

[Dica] Gelados caseiros

Volta uma máquina do Lidl de gelados - a 15 de Agosto - €19,99
Para as receitas, o livro de 2015 da "Dolce" Rita Nascimento - aqui
Ou as receitas do ebook do próprio Lidl


quinta-feira, 28 de julho de 2016

Kitchen dupes: tampa de silicone


Tampa flor KochBlume - €24,50 tampa Ø14-20 (vários tamanhos e várias cores)


1 tampa de aprox. Ø 29,5 cm ou 2 tampas de Ø 21 cm ou 4 tampas de Ø 10,5 cm - €4,99 o conjunto - no Aldi, a partir de 30/7

terça-feira, 26 de julho de 2016

[Dica] Conservas

A Casa tem uma colecção e campanha de acessórios para conservas, desde frascos a etiquetas, para que guardemos o melhor das frutas, que por vezes chegam em quantidades maiores do que aquelas a que se consegue dar "seguimento" ahah

folheto Casa - até 31/7


E se assinarem a newsletter, têm ainda oferta das etiquetas mediante compras.

O livro de conservas que tenho, de Dick e James Strawbridge, é muito, muito bom. Já circulou por várias pessoas da família, é muito pedagógico e tem várias técnicas de conservação, desde enterrar, secar, pickles, chutneys, compotas ou curds. Espreitem na Wook e aproveitem a promoção de hoje (26/7), com 20% de desconto imediato.



segunda-feira, 25 de julho de 2016

Contra este calor

Cresci na Beira Baixa mas hoje em dia tenho mais dificuldade em tolerar este calor - não sei se a minha tensão hoje em dia é mais baixa ou se é a humidade maior de Lisboa que me faz sentir assim. Ou então é porque nessa altura no Verão não tinha que trabalhar e agora tenho. E podia dormir a sesta e agora não posso, ahah. Pois num dia de trabalhar em casa, socorri-me de várias táticas para manter a concentração - e a compostura.


Na semana passada tinha visto uma partilha de bebida com maca no SoapMadre, e como tinha maca em casa (sim, o sabor é forte e nem sempre apetece pelo bem que faz) fiz esse refresco. Água aromatizada à moda dos nórdicos e também inspirada nas águas detox que a Lillian Barros divulgou, e ainda batidos de fruta e iogurtes líquidos.

Para sair de casa, fiz uma infusão de cavalinha com pau de canela e anis e pus a refrescar, transportando em termo. Até porque a cavalinha ajuda na retenção de líquidos. Altamente inspirada no Sumos e Águas Detox da Lillian Barros, claro.


Refresco de aveia, cevada e maca
(0,5l)
2 colheres de sopa de Pensal Aveia e Cevada
1 colher de sobremesa de maca
3 ou 4 rodelas de limão
1 colher de sobremesa de açúcar mascavado+stevia Canderel

Deitar 0,5l de água quente sobre a Pensal e maca, juntar o açúcar e deixar arrefecer.
Colocar depois o limão e levar ao frigorífico até ficar bem fresco.

sábado, 23 de julho de 2016

Dia dos Avós e memórias à mesa

Na semana passada, a convite do Lidl, estivemos num encontro de gerações que pretendia assinalar a proximidade do Dia dos Avós, que se comemora esta 3ª feira, dia 26 - em Portugal e no Brasil. E quantas das memórias que temos dos avós não envolvem comidas e sabores e cheiros? Recordei-me de como - e acho que já falei disso por aqui - as primeiras coisas que cozinhei eram pudins Flan mandarim para levar para os meus avós quando ficávamos a dormir em casa deles, e o meu avô comia sempre com gosto, não sei se por ser de boa boca, se por carinho. Tenho muita pena de já não lhe poder perguntar. 

E é mais do que adequado que o dia se assinale no Verão, porque as férias (escolares e as de trabalho) são também tempo de estar com os avós, ou de os avós ficarem com os netos. Gelados, guloseimas, mas também aqueles bons pratos que ajudam a criançada a crescer e a retemperar energias. Ainda agora, que as férias são cada vez mais curtas - e uma das razões para o lamentar é não poder estar mais com a avó que me resta - e em que já estou crescida, estou mais do que certa de que na minha visita me esperará o meu sumo preferido, o meu bolo favorito, o meu prato predilecto. E que me mandará alguma coisa que só se vende na terra mas também coisas que comprou no hipermercado e que há em todo o lado mas que quer garantir que não me faltam em casa.

Este livro que acaba de ser lançado parece-nos uma excelente proposta para a família.

Quatro Gerações à Mesa, de Joana Andrade Nunes - Wook

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...