quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

A crise e as marmitas

Na semana passada, num almoço promovido pela Compal para saber mais sobre a produção e características dos seus néctares, perguntaram-me se o hábito da marmita se mantém. Pela minha observação, está a decrescer ligeiramente. A percepção que tenho nos transportes públicos no centro de Lisboa mostra-me menos pessoas com lancheiras - mas ainda há bastantes, atenção! Em Novembro tive alguns encontros com amigas ao almoço no centro de Lisboa e num centro comercial na periferia, e não acho que os locais estejam vazios, nem cheios como antigamente - mas estão... animados q.b.. O que me parece que acontece é que as pessoas combinam marmita nuns dias com almoçar fora noutros, até porque há mais opções em conta (no centro de Lisboa, menos baratas, mas pelo menos mais opções saudáveis). Mas o que respondi na altura é que, mesmo que a crise se vá, o hábito da marmita foi muito normalizado e é bastante natural, e isso é uma herança positiva desta crise, mesmo que ela se aligeire e fiquem para trás piores tempos. 

E vocês, o que acham?


Bom, ontem não houve marmita por uma boa razão: o almoço de Natal @ work!!

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

[Desafio Amigo Blogger Secreto] Pato com laranja e sésamo

A iniciativa - excelente - foi da Ana do Da Nossa Cozinha: fazer uma troca de presentes entre "Amigos Secretos" de blogs...



E o blog que me calhou como amigo secreto foi o Quem Rapa o Tacho? e, quando vi que a autora também é professora, como "metade de mim" é, pensei em algo que nos fizesse ganhar forças para as semanas que por vezes passam a um ritmo demasiado elevado, quando precisamos de um pouco de silêncio e calma para nós e com os nossos. Preparei este pato com laranja, mel e sésamo com batatas num almoço de fim-de-semana. O post surge tarde, no fim de um dia de trabalho que foi complicado pela greve de metro, mas não queria deixar de responder a este desafio, que é daqueles que cria uma onda positiva entre os blogs.

Pato com laranja, mel e sésamo

Fazer cortes na pele do pato. Temperar com sal e pimenta e sumo de laranja. Passar numa frigideira com um pouco de azeite, com a pele para baixo até a pele ficar dourada.
Coloque depois no forno com mel e sésamo no forno durante cerca de 15 minutos, virando algumas vezes. Corte às fatias e deixe repousar.
Corte as batatas no sentido da altura, tempere com sal, tomilho e um pouco de alho moído, e asse no forno durante cerca de 20 minutos.

Comprar avulso: Jumbo

Encontrei quinoa mais barata! €11,90 o kilo é muito, sim, mas menos do que os €16,20 a que ficam os 500gr no Celeiro (queixei-me há tempos no Facebook do blogue), ou os 250gr no Continente... Foi no Jumbo (Dolce Vita) - e com outra vantagem: é avulso, pelo que se pode comprar quantidade menor. Só é preciso ter frascos em casa para guardar...

A zona dos ingredientes avulso é muito interessante, com ervas, especiarias, chás, frutos secos, feijão... Desta vez trouxe milho frito (um petisco quando se sai à noite, agora em casa!) e alperces secos para os pequenos-almoços.
No supermercado encontram-se opções avulso noutras áreas, como os cogumelos e na zona discount, onde se encontra até a comida dos nossos melhores amigos nesta modalidade...



terça-feira, 16 de dezembro de 2014

[Dica] Saladeira Vitacress

Spotted @ Jumbo



Passatempos por aí: Flama



Passatempo Flama - Até 31 de Dezembro, dois prémios por dia - No FacebookTodos os participantes recebem vouchers de 10€ em compras

[Wishlist] Moleskine Recipe Journal

Este ano não quero nada de especial para o Natal, mas também tenho tido poucas ideias para os meus "pequenos e preciosos" presentes à família e amigos mais chegados, e para sugestões aqui no blogue. Por isso, deixo só uma - falta saber se para mim, se para oferecer, se para todos os meus leitores!

Moleskine Recipe Journal - à venda, por exemplo, no El Corte Inglés
  Este artigo foi originalmente postado no Pinterest

sábado, 13 de dezembro de 2014

Passeio micológico

5 de Outubro, 1 de Novembro, 1 de Dezembro - os feriados que se foram... Com o 8 de Dezembro a calhar numa 2ª feira, o fim-de-semana alargado tinha que ser aproveitado e optámos por ir fazer um passeio micológico em Sobral de São Miguel, uma Aldeia do Xisto pertencente ao concelho da Covilhã. A estadia coincidiu com a vaga de frio, mas o céu limpo permitiu-nos um dia muito bem passado, numa actividade organizada pela XisTrilhos, uma colectividade da freguesia, por pessoas jovens que tentam dinamizar aquela região. Ao contrário do Piódão, que é lindíssimo mas onde se sente que a vida já quase só vem do turismo, esta aldeia ainda tem vida própria, especialmente nos fins-de-semana, meses de Verão e nas Festas, e as montanhas ao seu redor foram o cenário perfeito para um passeio conduzido pelo engenheiro agrónomo Gravito Henriques, que nos explicou as principais questões a ter em conta quando se procuram cogumelos comestíveis (deixando os tóxicos!), como colher, como conservar... Participou na elaboração do guia do Ministério da Agricultura, que se recomenda a todos os interessados neste mundo fascinante, mas arriscado, dos cogumelos. Almoçamos depois, na escola primária reconvertida para a colectividade, uma caçoilada de porco com cogumelos pés-de-carneiro feita em panelas de ferro ao lume: delicioso! Vamos voltar.


Os cogumelos mais representados nas histórias infantis - vermelhos com pintas brancas -
são dos mais tóxicos: amanitas muscarias.
 

As Aldeias do Xisto (www.aldeiasdoxisto.pt) têm uma campanha Xmas Gift, com vouchers para “Ficar” (2 noites de alojamento, em quarto duplo com pequeno-almoço, por 60€), “Comer” (vale 30€ numa refeição nas Aldeias do Xisto) e “Comprar” (desconto de 15€ em compras nas lojas Aldeias do Xisto), que se encontram à venda até 31 de dezembro de 2014 no site, sendo válidos entre 25 de dezembro de 2014 e 31 de março de 2015.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Novidades: livros

O Natal aproxima-se a passos largos e ainda só tenho duas prendas compradas... O que me assusta mais não é comprar à última hora, mas sim que gosto de ter tempo de comprar coisas que sejam significativas para as pessoas a quem quero oferecer uma prenda, e para procurar boas ofertas, e não cair em inflacções, embora nos últimos anos se tenha visto mais e mais promoções antes do Natal... Mas, claro, uma razão importante é fugir à confusão das compras de Natal. No ano passado, no fim-de-semana antes do Natal (que coincidiu com o solstício de Inverno) fugimos para um almoço em Alcochete e um passeio a Montemor para conhecer os vinhos do L'And. Este ano acho que vamos beber o vinho no fim-de-semana e ver filmes em casa... Entretanto, algumas ideias no campo dos livros de culinária de caras conhecidas, para quem também ainda não tratou de todas as prendas...

http://www.wook.pt/ficha/petiscos-do-ramsay/a/id/15785299

 ´http://www.wook.pt/ficha/receitas-faceis-para-todos-os-dias/a/id/16054404?a_aid=4f71cbb715e32
http://www.wook.pt/ficha/na-cozinha-com-henrique-sa-pessoa/a/id/16031920
http://www.wook.pt/ficha/a-minha-cozinha-2/a/id/16006260

(clicar nas fotos para aceder aos links com mais info)
O do Jamie Oliver está aqui e As receitas da Mafalda, da Mafalda Pinto Leite, está aqui.

Christmas Wine Day em Cascais

Juntar compras a preço interessante, solidariedade e ajuda à produção nacional? Este Sábado, dia 13, o Mercado da Vila, em Cascais, acolhe o Christmas Wine Day, um evento vínico de cariz solidário organizado pela revista ‘Paixão pelo Vinho’ com o apoio da Câmara Municipal de Cascais, cuja prova e compra de copos e vinhos reverte a favor do BIPP – Inclusão para a Deficiência.

A entrada é livre e por 5€ (valor que reverte para o BIPP), é possível comprar um copo de prova e testar todos os vinhos que se desejar; bem como comprar vinho para a época de Natal ou para oferecer, todos eles à venda a preço de produtor. 

Os vinhos, espumantes e aguardentes são apenas portugueses, de regiões de norte a sul. Além disso, haverá uma venda de produtos da BIPP’s Mercearia Gourmet. 

A Marmita Lisboeta está no Facebook / no Instagram (@ marmitalisboeta )  / no Zomato / no Pinterest

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Soja estufada com legumes

Em Outubro, estive num workshop da Knorr e o chef Carlos Madeira (sim, o dos anúncios do caldo granulado) disse que a soja granulada era sempre difícil de temperar porque lhe restava sempre um travo... O workshop foi muito agradável e aprendi uma série de coisas, como o fricassé, cortar cebola da forma mais eficiente, além de ter sido super agradável com a companhia da Catarina Tralhas, da Mónica Dona de Casa Perfeita e das bloggers de lifestyle Telma do CordeModa, da Vanessa do MySweetLittlePie e da Carmen do Breakfast at Tiffany's, mas ficou-me uma espécie de desafio a soar na cabeça...
 
Apesar de já ter várias experiências bem sucedidas com soja fina (com fettucine de cogumelos, à brás, à indiana ou à bolonhesa), ainda não tinha experimentado confeccionar soja granulada. As vantagens, já se sabe, são o preço, o valor nutricional e a conveniência - porque basta estar na despensa e demolhar 30 minutos antes, embora seja melhor um pouco mais. É leve para um almoço num dia de trabalho mas substancial para nos ajudar a fazer frente às tarefas exigentes. Acho que é mesmo uma questão de hábito ao sabor, e de apostar nos temperos. Ainda havemos de ver anúncios na TV com caldos para soja!
 
 
A receita »»»»
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...