quinta-feira, 11 de julho de 2013

[Guest blogger] Receitas para o Verão, by Cozinhar sem Lactose

O Cozinhar sem Lactose é um dos blogues que mais me tem agarrado ao ecrã e por isso não deixamos de desafiar a Ana a pensar numa receita "das suas" especificamente para a marmita.

A Ana não come lacticínios e isso leva a muitos cuidados: "os laticínios estão por todo o lado, mesmo nos sítios mais insuspeitos - por exemplo, no fiambre e carnes frias, nos alimentos preparados, em alguns tipos de pão, nas bolachas... Basicamente, o que faço é fazer quase tudo em casa - uso muito poucos alimentos processados ou pré-preparados e assim evito os laticínios e todas as outras porcarias que estão nesses produtos". Apesar de comer carne e peixe, gosta da comida vegetariana e inclui-a na sua alimentação. Para quem é intolerante à lactose, estas dicas do blogue da Ana são preciosas!

Neste momento não leva almoço para o trabalho, "porque tenho a sorte de poder almoçar em casa. Mas durante muitos anos levei almoço, todos os dias sem falta, salvo raras exceções. Prefiro comer a comida que eu faço, porque sei o que tem dentro; porque é muito mais barato levar marmita e prefiro poupar esse dinheiro para gastar em coisas mais interessantes, como viajar; porque, intolerâncias à parte, as refeições levadas na marmita são em geral mais equilibradas do que as que se compram fora. Entretanto, já convenci também o meu marido a fazê-lo e ele também passou a levar almoço todos os dias."

Acha que as receitas que funcionam melhor para a marmita são as que, "de uma vez só, contêm todo o tipo de alimentos - proteína, hidratos de carbono, legumes - , como por exemplo um empadão de frango e alho francês - ou as preparações que se podem pôr todas numa caixa só - pescada com rebentos de soja, couves de bruxelas cozidas e arroz, por exemplo. Levar salada para acompanhamento está fora de questão, porque tem que ir numa caixa à parte e quanto menos caixas melhor!" É por isso que nos propõe precisamente uma receita dessas:


Folhas de couve recheadas, by Cozinhar sem Lactose
1 couve lombarda
180 g  arroz integral
75 g soja granulada
1 cebola
400 ml vinho tinto
1 1/2 colher de chá de menta seca
5 colheres de sopa de salsa picada
1 malagueta
Sumo de 1 limão
Azeite
Sal
Pimenta

Separar as folhas da couve cuidadosamente, sem as partir, e lavar bem.
Cozer o arroz em água e sal.
Juntar o vinho, 600 ml de água, uma colher de chá de menta seca e uma pitada de pimenta preta. Demolhar a soja nesta mistura durante 20 minutos.
Picar a cebola e refogar no azeite, juntamente com a malagueta partida ao meio. Escorrer a soja, retirando o excesso de líquido e juntar à cebola. Refogar em lume brando durante 10 minutos.
Retirar do lume. Temperar com sal, pimenta, o resto da menta seca e a salsa picada. Envolver o arroz cozido nesta mistura e reservar.
Colocar uma panela de água a ferver e escaldar as folhas de couve, para amolecerem.
Colocar uma folha de couve na palma da mão, colocar uma porção de recheio e fazer um embrulho. Repetir para cada folha e ir colocando os embrulhos numa frigideira, apertando-os bem uns contra os outros para não abrirem.
Regar com sumo de limão e um fio de azeite. Salpicar com um pouco de sal e acrescentar água até cobrir os embrulhos. Tapar com um prato com a "barriga" virada para baixo, para evitar que os embrulhos bóiem na água e se abram.
Ferver em lume médio-baixo durante 40 minutos. Escorrer a água e servir com uma salada mista.
Pode comer-se quente ou frio.

3 comentários:

Cozinhar sem Lactose disse...

Oh! Ficou tão fofo! Obrigada! Adorei participar! :-)

Ana Jorge disse...

Adorei ter a tua participação!
Beijinho

Ana Jorge disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...