quarta-feira, 19 de março de 2014

Pudim de acelgas e cogumelos

Os livros de cozinha, como os blogs, fazem sonhar, desde logo, quando têm fotografias envolventes e que nos transmitem os sabores e as sensações da receita. Ora, as minhas fotografias no blog sofreram recentemente um update (ou tentamos!) porque adoptamos uma máquina fotográfica nova cá para casa. Mas não almejo ter um blog perfeito em imagem nem em receitas absolutamente inéditas: este é um blog realista de quem tem que cozinhar quase diariamente e encontra prazer em partilhar essa viagem com mais pessoas. E foi por isso que regressei a um dos meus primeiros livros de cozinha (não que tenha muitos), que não tem quaisquer fotografias, mas cujas receitas são todas passíveis de ser adoptadas na minha cozinha: não são difíceis, encontro os ingredientes facilmente no mercado português e têm alguma nota de diferença em relação ao comum do dia-a-dia. Foi deste livro que veio a receita de pudim de espinafres, adaptada às "primas" acelgas, que já viram pelo blog várias vezes (aqui em tarte, aqui em bôla, aqui em folhado, aqui em esparregado - em breve, o selo oficial "blog padrinho das acelgas"), e substituindo as natas pelas natas vegetais. Serve como acompanhamento mais fancy ou como prato principal se se lhe juntar frango desfiado, por exemplo. Marmita com ele no dia seguinte.

 

Pudim de acelgas e cogumelos, adaptado de Cursos de Cozinha São Bernardo

800gr acelgas
4 ovos
6 cogumelos brancos picados
1 cenoura ripada 
200ml natas de soja
Sal marinho
Pimenta jamaicana
1 colher sopa Alho e salsa Segredos Margão

Cozer as acelgas (pode guardar os caules mais largos para saltear ou para base de sopa) em água e sal. Escorrer (pode reservar a água da cozedura para fazer sopa) e picar com uma faca.
Numa tigela, bater os ovos com as natas de soja, juntar sal, pimenta jamaicana, alho picado e salsa. Juntar depois as acelgas picadas, os cogumelos picados e a cenoura ripada.
Levar ao forno a 180ºC numa forma de pudim untada com margarina, em banho maria, até ficar dourado. Desenformar e servir.

3 comentários:

Tertúlia da Susy disse...

Mas que receita maravilhosa, bjs

Susana Machado disse...

deve ser uma verdadeira delícia!
Beijinhos,
http://sudelicia.blogspot.pt/

Cozinhar sem Lactose disse...

Deve ficar maravilhoso! E sem lactose, que bom! :-)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...