quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Marmita pela saúde

Já partilhámos no blogue histórias de pessoas que aderiram ao hábito de levar almoço para o trabalho por razões económicas. Mas para muitas pessoas é uma questão de saúde.

A Carolina respondeu ao nosso repto para partilhar a sua história e conta-nos como a sua "relação com a 'arte de marmitar' começou há cerca de dois anos". Primeiro, por estar farta de comida de restaurante e algumas "fases de obsessão por babas de camelo e cajus"; depois, porque "após anos de sofrimento com dores e visitas a diversos médicos que me garantiam que não tinha nada, descobri que sofro de algumas intolerâncias alimentares, como o trigo, cevada, coca-cola, lactose, etc."

"Penne de milho (sem gluten) com pimentos vermelhos, tomate, salsa, grelos e queijo sem lactose. Pode comer-se como uma salada ou aquecer"



"Ir comer a restaurantes torna-se bastante complicado, sobretudo quando o que há disponível para uma refeição rápida baseia-se normalmente nesses mesmos ingredientes. Já passei pela fase da rebeldia em que comia pão, bolachas, massas, pizzas, etc mas as dolorosas consequências fizeram-me mais consciente. 
Muito recentemente comecei a seguir a dieta FoodMaps, com óptimos resultados para pessoas com doenças intestinais como é o meu caso; a lista de restrições aumentou bastante, mas isso é rapidamente compensado pelo aumento da qualidade de vida."

Agora, leva o almoço todos os dias de Cascais para o Barreiro e "todos os dias são uma divertida aventura no que se refere à alimentação e criatividade é a palavra de ordem. Normalmente levo sempre uma peça de fruta para o trabalho (banana e citrinos são as mais indicadas), um iogurte de soja e vou inventando refeições".

Temos por aqui mais leitores com intolerâncias alimentares? Partilhem-se receitas!

8 comentários:

Ana Rita disse...

Para mim, é a melhor opção! Sabemos o que comemos! :)
Beijinho

Catarina Sá - A Cozinha da Kinhas disse...

Olá! Vim retribuir a visita, ainda bem que gostaste da minha sugestão de boletos :) não tenho intolerâncias alimentares mas conheço duas crianças que são intolerantes ao glúten.

beijinhos

ana george disse...

Sem dúvida! E controlamos também outras tentações ;)
Beijos :)

anirataC disse...

gostei muito do conteúdo do blog, vou seguir :)

http://petitsmorceauxdemoi.blogspot.co.at/

ana george disse...

Obrigada!

ana george disse...

Obrigada! Bem-vinda!

Anita disse...

Eu descobri ontem que sofro de SII (Síndrome do Intestino Irritável) ou Colite Nervosa, após meses de exames... Entratanto o meu médico não me explicou como deveria proceder em termos de alimentação, por isso estou a fazê-lo através da experimentação, para perceber o que posso ou o que não posso comer... Até agora só sei que sou intolerante à lactose (já estou intolerante à cerca de 3 meses).

Se eu antes já levava a marmita para o trabalho, também para poupar um bocadinho, agora vou ter mesmo de continuar por razões de saúde...

Adoro o blog, já estou a seguir através do Google!

Beijinho *

ana george disse...

Anita, lamento saber... ainda bem que encontrou aqui uma fonte de informação ou inspiração. Espero que se adapte rapidamente a essa condição para viver melhor a sua relação com a alimentação. Talvez haja grupos e associações próprias para apoiar.
Beijinhos
Ana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...