terça-feira, 30 de abril de 2013

Ter lata

Esta 6a, Sábado e Domingo, vem aí o Stockmarket, um conceito que deve agradar a muitos marmiteiros, porque permite comprar roupa a preço de (grandes) saldos! E o que mais tem a ver com marmitas? A entrada no evento com a doação de latas de conserva. (Uma iniciativa a fazer lembrar a do Teatro Nacional)
Fotografia do Facebook do Stockmarket

«CAMPANHA: É preciso ter lata...para entrar!
Traga comida enlatada ou ensacada no valor mínimo de 3€ p/pessoa entre as:

Sábado - das 13h às 15h e das 20h às 22h30m
Domingo - das 13h às 15h e das 18h às 20h30m»

Mais info: Facebook e site do Stockmarket, que se realiza no Centro Cultural de Belém

Salada de massa, beterraba e sementes de girassol

Chega aquele momento em que podemos almoçar na rua, se tivermos um parque por perto! Já devem ter percebido que gosto muito de beterraba, além do sabor, pelos seus benefícios: ajuda a fortalecer o sistema imunitário e é depurativo; apesar de doce, é muito pouco calórico e rico em hidratos de carbono, bem como em vitaminas e minerais essenciais – betacaroteno (que o organismo transforma em vitamina A), vitaminas B6 e C, ácido fólico, magnésio, ferro, potássio e fósforo. Por isso, ajuda também na memória e concentração. Costumo assá-la em papel de alumínio no forno, com azeite, flor de sal e tomilho, o que dispensa levar temperos na marmita. Aqui, juntei sementes de girassol, que são boas fontes de vitamina B e ajudam a diminuir o LDL, o colesterol mau; também ajudam na concentração. (A foto é de telemóvel, sorry...!)


Salada de massa com beterraba
Lacinhos tricolores
1/2 beterraba pequena
1 cenoura 
2 colheres sopa de queijo ricotta [também poderia ser queijo feta]
sementes de girassol
1/4 de maçã
sal
pimenta
azeite

Cozer lacinhos tricolores (ou outra massa tricolor) com azeite e sal, e alho se preferir; ou aproveitar sobras de massa. Escorrer.
Assar beterraba e cenoura no forno, numa folha de alumínio, com flor de sal, azeite e tomilho. Demora cerca de 40 minutos [o ideal é aproveitar o forno para outra receita, e assar em quantidade]
Cortar beterraba e maçã em pedaços pequenos, juntar à massa, juntar sementes de girassol, o queijo ricotta, um pouco de sal e pimenta. Envolver e deixar no frio. Deitar azeite na hora de servir, se desejar.

[Pode juntar-se frango ou peru para ficar mais substancial, se desejar] 

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Acelgas


Este Inverno, as acelgas foram uma presença cá em casa. Os benefícios deste vegetal são muitos: tem um baixo conteúdo calórico e contém bastante água, pelo que causa saciedade; é diurético devido ao seu alto teor de potássio, o que ajuda a reduzir a retenção de líquidos; tem muita fibra e actua como anti-oxidante. Embora a costume usar em sopa, aqui fi-la em esparregado, uma forma de levar legumes na mesma caixa da refeição e aquecer tudo junto.
Via http://www.universodietas.com/
Esparregado de acelgas
Cozer as acelgas (ou outros vegetais) em água q.b. com um pouco de sal. Retirar da água e moer numa liquidificadora ou com trituradora.
Deitar azeite num tacho e passar um dente de alho até aquecer; retirar o dente de alho quando azeite aquecer.
Deitar os legumes no azeite, acrescentar leite até cobrir e farinha (peneirada de preferência), mexer para ficar homogéneo; deitar mais leite e farinha se necessário. 

sábado, 27 de abril de 2013

Silvestre

Um pequeno-almoço diferente para começar o fim-de-semana lentamente... Uma experiência depois dos crepes finos (faz lembrar a Pizza Hut quando perguntam: "fina e estaladiça ou alta e fofa?") que foi bem sucedida. A acompanhar estas panquecas à americana, pode-se usar doces ou canela e açúcar. Aqui foi usado o doce de frutos silvestres da Jugais, sem adição de açúcar, para ficar no tema "vermelho" - e para dar um sabor mesmo delicioso.

Panquecas à americana (para 2-3 pessoas), via Vaqueiro.pt - adaptada
150 g de farinha Nacional para bolos altos e fofos
1/2 colher de sobremesa de fermento em pó
1,5 colheres de sopa de açúcar
sal

1 ovo
100ml leite + 50ml se desejar

30g margarina Vaqueiro líquida (3 colheres de sobremesa)
(1 colher de sobremesa de óleo)

Juntar farinha, fermento e açúcar e misturar, fazendo um buraco no meio.
Bater o ovo com garfo e juntar 100 ml de leite (ou 150ml se desejar mais soltas) e a margarina.
Juntar à mistura da farinha e envolver com vara de arames até ficar líquida.
Untar uma frigideira anti-aderente com umas gotas de óleo e colocar no fogão. Quando estiver bem quente, deitar o preparado, para cobrir toda a frigideira ou em pedaços mais pequenos. Virar depois de 1 minuto e deixar cozinhar do outro lado. Retirar e repetir.

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Bombons


Nas festas de anos, não somos todos um pouco crianças? Pois aqui fica uma sugestão para festas de anos, para os mais crescidos ou não. Ou pronto, nem é preciso alguém fazer anos...

Bombons de chocolate
125gr de amêndoa ralada 
125 gr de açúcar em pó
100gr de chocolate preto
um quarto de clara de ovo
40 de margarina
1 colher de chá de canela

Derreter o chocolate e a margarina no microondas.
Juntar a amêndoa, o açúcar, a clara do ovo e a canela.
Misturar com as mãos até obter uma massa compacta.
Moldar em bolas. Envolver em côco se preferir, ou em rolinhos de chocolate. 
Se quiser, pode espetar em palhinhas cortadas ao meio para criar o efeito de lollipop.

Deixar no frio durante pelo menos 3 horas.

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Francês suave

Cá em casa nunca faltam os cogumelos frescos, para juntar a pratos de carne, para omeletes ou para saltear com legumes. Num dia destes, aproveitando que o forno ia ser ligado, fizemos uma entrada simples com o queijo Snack da Président, um queijo mais suave do que o Brie e com uma forma oval mais fácil de cortar. Que a vossa entrada no fim-de-semana grande seja tão boa como foi esta...

Cogumelos frescos com queijo e ervas
Retirar o toro dos cogumelos [picar e pode-se saltear noutra ocasião]
Deitar um pouco de sal fino e um fio de azeite
Colocar fatias de Snack Président
Deitar orégãos (pode-se usar também tomilho, por exemplo) 
Levar ao forno durante cerca de 20 minutos, a 180ºC

Alimentária


Fui pela primeira vez à Alimentária, a feira de alimentação para profissionais, e gostei muito! Havia produtos e produtores portugueses e estrangeiros, produtos novos e a quererem lançar-se no mercado nacional (como é o caso das cervejas). Algumas inovações como o talho vegetariano e novos molhos mostram como o mercado não está estagnado mas parece mesmo fervilhante! Provei rúcula com mel e "frango vegetariano"... novos sabores muito interessantes!

Ainda houve tempo para passar no salão de produtos industriais e profissionais, e encontrar a sempre simpática Isabel do Cinco Quartos de Laranja a cozinhar para um grupo de fãs, no stand da Ivo Cutelarias! Aproveitei para comprar uma faca de chef que já comprovou ter sido uma excelente aquisição.

Em breve, regresso para partilhar uma receita que aprendi na feira!

quarta-feira, 24 de abril de 2013

[Guest blogger] Receitas para a Primavera, by As Receitas da Patanisca

A Sónia, das Receitas da Patanisca, foi uma das bloggers que simpaticamente acedeu a contribuir para uma série de receitas para a marmita inspiradas na Primavera. Como a Carla, optou pelo cuscus, mas neste caso numa receita vegetariana com beringela. Óptimo!

Marmiteira desde 2009, quando começou a trabalhar num local que tinha sala e condições para almoçar, com "uma vista fantástica para o rio Tejo", a Sónia tem um separador no blog, que mantém desde Maio de 2007, só sobre almoçar no trabalho, mas acha que o que resulta melhor são quiches, empadas, bôlas ou algumas saladas como a meia-desfeita de bacalhau. Além do almoço, leva iogurtes e barras de cereais que também prepara em casa, por vezes também fruta já cortada. Ao almoço, os colegas "amantes da culinária" aproveitam para partilhar receitas.

Cuscus com beringela, by Receitas da Patanisca (para cerca de 3 pessoas)


2 beringelas grandes
1 cebola grande
2 dentes de alho
5 azeitonas pretas sem caroço
200ml de polpa de tomate (1 embalagem)
1/2 copo de vinho branco
Sal, pimenta, oregãos
1 fio de azeite
Folhas de mangericão para decorar
300g de cuscus
2 dl de chá bem quente (utilizei chá de menta da It by Jugais)

Tradicional: Comece por refogar em azeite a cebola e o alho bem picados. Junte o tomate e deixe apurar. Adicione a beringela (com casca) cortada em cubos pequenos, o vinho branco, os temperos e as azeitonas. Deixe ferver até obter um estufado bem apurado. Rectifique os temperos.

 

Bimby: Comece por refogar em azeite a cebola e o alho bem picados (picar: 5seg/vel5, refogar 7min/100º/Vel. colher). Junte o tomate e deixe apurar (15min/100º/Vel. colher). Adicione a beringela (com casca) cortada em cubos pequenos, o vinho branco, os temperos e as azeitonas. Deixe ferver até obter um estufado bem apurado (30min/100º/vel. colher inversa). Adicione um pouco de água se necessário. Rectifique os temperos.

 

Para fazer o cuscus, junte o cuscus ao chá bem quente, tempere com sal e pimenta, tape bem o recipiente (costumo utilizar tampas herméticas) e deixe cozer durante 10 minutos. Mexa com um garfo e sirva.

terça-feira, 23 de abril de 2013

Cine Bistro

O restaurante 100 Maneiras inaugura na próxima 2ª feira um ciclo de jantares cinéfilos, a acontecer nas últimas 2ªs feiras do mês, onde "o menu do chefe executivo do 100 Maneiras, João Simões, se adapta a um filme escolhido pelo jornalista Rui Pedro Tendinha que, por sua vez, estará presente para cruzar, em forma de tertúlia, o gosto pela arte cinematográfica com os prazeres do palato. A escolha das longas-metragens passará sempre por uma contaminação com o tema da gastronomia, com opções que vão desde os títulos mais conhecidos àqueles que estão ainda por descobrir. Da grande tela para as mesas do Bistro 100 Maneiras, os filmes ganham vida não só nos menus mas também nos ambientes, nos aromas e nos sons, projectados para conduzir cada comensal/espectador até ao interior da própria fita" (in turistaacidental.com).

Já vi os filmes (destaquei os dois primeiros aqui) e recomendo - e quanto aos menus, tenho bastante curiosidade!
Soul Kitchen - 29 Abril
Estômago - 27 Maio
Io Sono l'Amore - 24 Junho

Momentos

Arroz branco com omelete de cogumelos, com milho e pimento: uma solução de recurso
Um snack pe-ri-go-so, comprado com vales de desconto
Um quadro que vi numa escola, com rolhas cortadas em tiras e coladas num cartão (aproveitamento para rolhas semelhante ao que fizemos)
Os essenciais para um dia: sopa, prato, iogurte e água Earth, um dos Produtos do Ano

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Memórias

Os passatempos de marcas alimentares e de electrodomésticos para cozinha continuam...

Quem não se lembra do anúncio da Nescafé com o "I can see clearly now the rain is gone..."? Para celebrar os 75 anos da marca, a Nescafé Portugal lançou o passatempo "Momentos Memoráveis" na sua página de Facebook, que pede aos seguidores da página que partilhem histórias de momentos inesquecíveis vividas com amigos que também estejam no Facebook. Das 20 histórias com mais likes, um júri irá seleccionar a história vencedora que será premiada com uma viagem à Tailândia para duas pessoas. 
Passatempo Nescafé Momentos Memoráveis -Até 26 de Abril link
Também a Martini promove um passatempo na página de Facebook, para comemorar os 150 anos. Há prémios de Martini Royale todas as semanas para os participantes que criarem uma imagem de capa com momentos especiais! (Já provei o Martini Royale na entrega dos Produtos do Ano e acho que vai fazer sucesso no Verão!)
Passatempo Martini - 150 Momentos - Até 17 de Maio link

A Philips acabou de lançar a página Philips em Casa no Facebook e lançou o passatempo para a linha de robots de cozinha do Jamie Oliver (de que vos falei aqui), oferecendo uma viagem a Londres e refeição no restaurante do chef para dois!
Passatempo Philips Estrelas na Cozinha - Até 6 de Maio link

[Guest blogger] Receitas para a Primavera, by Salpicos Doces

A Cristina, talentosa cozinheira e "boleira" do blogue Salpicos Doces, que mantém há quase dois anos, traz-nos uma receita para a Primavera que faz "algumas vezes para aproveitar sobras, desta vez com sobras de frango de churrasco". (Para quem perdeu o início da série, a primeira foi a proposta da Carla d'O Meu Tempero.)

Marmiteira desde que se lembra, começou a levar almoço porque "sobrava alguma coisa da noite anterior, depois comecei a pensar que assim pouparia algum dinheiro e comeria melhor". Hoje em dia, leva almoço todos os dias e almoça sempre com a irmã, por isso se acontece uma delas esquecer-se ou não ter sobras do jantar, "a outra leva para as duas!". Acha que praticamente tudo resulta para a marmita, mas "talvez mais as saladas, quer sobre peixe ou carne, se juntarmos alface, tomate, queijo, milho... enfim, o que houver na altura ficamos com uma refeição saudável, a pouco custo e na eventualidade de não se poder aquecer são uma mais-valia!"

Por isso, propõe-nos uma receita de aproveitar sobras com um "twist"!


Arroz branco com sobras de frango de churrasco
Bater 5 ovos, juntar um peito de frango desfiado, milho e queijo ralado. 
Temperar com um pouco de pimenta moída na hora e um pouco de sal. 
Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC. 
Enquanto cozinha, fazer o arroz branco.
No fim, juntar umas folhas de manjericão, se desejar.

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Planos

Eu confesso que não planifico as refeições para a semana. Há essenciais cá em casa e depois vai-se jogando com o tempo, com o que apetece (cozinhar ou comer) e com o que sobrou, o que está fresco, a perder frescura, etc. Nada se estraga, mas há quem prefira controlar as compras em função de planos de refeições, normalmente semanais.
 via MOMables
Há vários sites que disponibilizam meal planners, deixamos aqui alguns:

Springpad
Evernote
Food on the Table
PepperPlate
NHS (SNS britânico)    
Petiscos.com
24Kitchen App
Chef Online Continente

E vocês, planificam as suas refeições para a semana ou preferem ir planificando ao longo da semana? 

quinta-feira, 18 de abril de 2013

[Guest blogger] Receitas para a Primavera, by O Meu Tempero

Conheci um grupo muito simpático de bloggers de culinária na apresentação da Président e, quando a conversa foi parar à questão da marmita, a que muitas aderiam, sabia que tinha de lhes pedir ideias para receitas. O mote: a Primavera que aí está! 

A talentosa e bem-humorada Carla, do blogue O Meu Tempero, propõe-nos cuscuz com pimentos, alho francês e frango picante com sementes de sésamo, uma receita que resulta da sua experiência como marmiteira e da sua habilidade como cozinheira. Leva almoço para o trabalho e tem um grupo de colegas que também o fazem, dividem histórias e a vez de lavar a louça, foram adquirindo acessórios para a copa e por vezes partilham mesmo comida. Sente que a marmita lhe permite ganhar saúde e que os limites para as receitas vêm apenas do bom senso: evitar maionese e molhos no Verão, reforçar a refrigeração, sobretudo ela que leva apenas a comida na sua "mala de senhora". No seu blogue, que nasceu há dois anos, partilha algumas das receitas que depois vão na marmita, mas reconhece que "as receitas que se levam apenas num turperware, como uma feijoada, uma sopa, uma massada de peixe, um arroz de bacalhau ou com carne, um esparguete guisado com frango, uma salada de atum ou outras saladas, são sempre mais práticas de levar".


Cuscuz com  pimentos, alho francês e frango picante com sementes de sésamo, by O Meu Tempero


- 2 peitos de frango
- 1 colher de café de pimenta preta moída
- 1 colher de café de coentros moídos

- 1 colher de café de pimentão doce moídos 
- 2 colheres de sopa de sementes de sésamo
- 1 alho francês médio (só a parte branca)
- 1/2 pimento vermelho
- 1/2 pimentos verde
- 2 colheres de sopa de cebolinho fresco picado
- 150g de cuscuz
- 200ml de água a ferver
- azeite virgem q.b.
- sal q.b.

Colocar os peitos de frango entre papel vegetal e bater com o rolo da massa para ficarem mais finos. Temperar o frango com sal, a pimenta preta, os coentros moídos, o pimentão doce e pincelar com azeite.  Reservar. Aquecer uma frigideira, colocar uma colher de sopa de azeite e saltear o alho francês, cortado às fatias de 5 cm e depois às tiras finas no sentido longitudinal, até amolecerem. De seguida acrescentar os pimentos aos quadrados. Se necessário acrescentar um pouco de água para o alho francês não secar e ficar rijo. Temperar de sal e reservar. 
Na mesma frigideira fritar o frango e quase no fim acrescentar as sementes de sésamo. 
Para o cuscuz basta ferver a água e verter por cima. Aguardar uns segundos, separar os grãos com um garfo e temperar de sal e azeite. 
Empratar colocando o cuscuz, os legumes por cima e o frango fatiado. Polvilhar com o cebolinho e um fio de azeite. Pode servir-se quente ou frio. Bom apetite!

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Feira agricultura biológica

Uma sugestão para o fim-de-semana que se aproxima! Há provas, demonstrações, palestras, oficinas de cozinha... no Campo Pequeno, em Lisboa.

AgroBio.pt

terça-feira, 16 de abril de 2013

Uma tarte, dança e luz

Como vos disse aqui, não tenho TV na cozinha e ouço normalmente rádio (música ou noticiário) enquanto estou a cozinhar. Além disso, cá em casa, sou a única a consumir queijo. Por isso, a receita feita para aproveitar um queijo Palhais meio sal que tinha foi acompanhada por uma música e o que saiu ficou aprovado (por mim e por um "júri externo", um amigo que nos visitou num jantar relâmpago). (Embora se comprasse propositadamente queijo para a tarte escolhesse sem sal, porque ficou ligeiramente salgada.)

A música? Esta que está abaixo. Conheci Oh Land no ano passado no Super Bock Super Rock e gostei do estilo enérgico e do tom alegre da música. A vocalista é dinamarquesa, uma cultura de que eu gosto muito, embora esteja radicada nos Estados Unidos. E acho que esta música, White Nights, se refere ao Verão nórdico, quando há mais horas de luz e o sol se põe por poucas horas. Ainda não vi o Sol da meia-noite, mas bem perto disso quando estive na Suécia por altura do solstício de Verão. Quando estive na Dinamarca, em Agosto, os dias também eram muito grandes e a manhã parecia enorme! Por agora, a música acompanha-me enquanto cozinho o jantar e ainda há luz lá fora, e isso é bom. E saem tartes saborosas.



Tarte de queijo de cabra com cogumelos
1/2 queijo Palhais (sem sal)
5 fatias de fiambre cortadas aos quadrados (ou cubos)
3 ovos  
6 cogumelos cortados em lâminas e pedaços pequenos
1 lata de milho
noz moscada
1 embalagem de massa quebrada 


Numa frigideira, deitar um fio de azeite e saltear cogumelos. Juntar milho e depois fiambre, mexendo. Mexer ovos e deitar na frigideira, mexendo rapidamente. Deitar noz moscada e o queijo Palhais em cubos pequenos. Deitar sobre massa quebrada e levar ao forno a 180ºC durante cerca de 15-20 minutos.

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Amigos-inimigos

Novas notícias sobre alimentos que afinal não são os melhores amigos dos homens como sempre nos disseram...

O leite afinal não é tão benéfico como diziam, segundo a Harvard School of Public Health, que retirou o leite da roda de alimentos e diz que o consumo diário de leite e derivados deve ser limitado a uma ou duas doses por dia. Para esse organismo, há fontes melhores de cálcio, como os bróculos ou feijão.

Harvard School of Public Health

Os cereais como o trigo, cevada ou centeio, também escondem os seus perigos, pela presença do glúten. Algumas pessoas são alérgicas e isso pode originar problemas como dores de cabeça, obstipação, diarreia, eczemas, problemas na tiroide ou desequilíbrios de peso. Mas alguns defendem que se deve evitar alimentos que contenham glúten como forma de ganhar saúde. O glúten está em massas, pão, bolachas ou pizzas, mas também em: carne processada, molhos industriais, delícias do mar, sobremesas instantâneas, molho de soja, gelados comerciais, vinagre balsâmico, queijos industriais, figos secos, fruta cristalizada, batatas fritas de pacote com sabores (in Visão).

Tempo


Um chá de rooibos e gengibre para aquecer o serão
Peito de frango grelhado com ananás, banana e pimenta jamaicana (sabor que mistura canela e noz moscada)
O office man Gilbert
Partilhar o tabuleiro para assar batatas (com tomilho) e cogumelos e tomate (com orégãos), ambos com sal marinho e azeite

domingo, 14 de abril de 2013

Barras de cereais

Os lanches e qualquer saída de casa vão mudar, porque agora posso fazer barras de cereais em casa! Chegou cá a casa o T-Bar da Tupperware, para fazer barras de cereais mas também "douradinhos", segundo o livro de receitas que o acompanha - a experimentar noutra altura!

Nesta primeira vez, fiz os cereais com flocos de aveia e de trigo, sementes de sésamo e de girassol e bocadinhos de banana frita. Em ocasiões futuras, conto usar côco, pepitas de chocolate, arroz tufado... A base é com mel ou caramelo. Eu pensava que as barras precisavam de ir ao forno, mas não: basta fazer a mistura numa frigideira e depois moldar no T-Bar e levar ao congelador/frigorífico. Por isso, é mais prático e mais barato fazê-las. A desvantagem? Obviamente que sem conservantes não aguentam muito tempo, cerca de 4/5 dias, ou seja, só fazendo ao fim-de-semana para cada semana. Também dá para moldar à mão, mas acho que será mais difícil.
Ficam grandes, pelo que dá para cortar ao meio 
Tem uma caixa própria para levar, podem ir partidos ao meio para lanche da manhã e da tarde
Barras de cereais simples
- 1 medidor T-bar (100ml) de flocos de trigo
- 2 medidores T-Bar (200ml) de flocos de aveia
- 1 medidor T-Bar (100ml) de mel
- 1 colher sopa sementes de sésamo
1 colher sopa sementes de girassol
- 1 colher sopa banana frita partida em pedaços

Colocar o mel numa frigideira. Quando começar a ferver, deitar os restantes ingredientes, envolver tudo e retirar do lume. 
Moldar no T-Bar, comprimindo com o medidor. Levar ao congelador durante 15 minutos. Desenformar virando a forma sobre a tampa. Conservar no frigorífico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...